Congresso Internacional de Direito e Inteligência Artificial


Conferencistas internacionais e renomados profissionais nacionais convidados vão discutir os rumos da profissão em relação aos impactos da IA e das novas tecnologias.

As transformações tecnológicas já chegaram no Direito e, os especialistas afirmam que o profissional que não se inteirar das mudanças, não souber trabalhar com elas, estará fadado a ficar pra trás no mercado de trabalho. Quem é o advogado do século XXI, como o Judiciário Brasileiro tem trabalhado com a IA e a digitalização e qual o panorama de consumo e concorrência atual e futuro serão discutidos no Primeiro Congresso Internacional sobre Direito e Inteligência Artificial, da SKEMA Business School Brasil, que vai ser realizado nos dias 02 e 03 de julho.


O congresso traz uma proposta inovadora para pessoas que buscam entender a transformação digital que está em desenvolvimento na área do Direito. Várias relações entre o mundo jurídico, a tecnologia representada pela inteligência artificial, o mercado de trabalho e as questões éticas relacionadas ao tema vão estar em discussão durante os quatro painéis do evento. Segundo a reitora da SKEMA Brasil, Geneviève Poulingue, “o judiciário e os escritórios de advocacia já tem utilizado a inteligência artificial, por isso os profissionais e os estudantes precisam se preparar para essa nova roupagem do direito”.

Importantes nomes do cenário tecnológico e jurídico nacionais e internacionais estarão presentes, como o português Manuel David Masseno, Professor Adjunto e Encarregado da Proteção de Dados do Instituto Politécnico de Beja, em Portugal; o argentino Antonio Marino, Professor emérito da Universidade de El Salvador (Argentina) e da Universidade de Pisa (Itália); o francês Thierry Warin, professor de Ciência de Dados na Cirano, em Montreal, no Canadá; e os brasileiros, Wilson Benevides, desembargador no Tribunal de Justiça de Minas Gerais; Bráulio Gabriel Gusmão, juiz auxiliar da presidência do Conselho Nacional de Justiça; Bruno Meyerhof Salama, professor visitante em UC Berkeley School of Law; José Eduardo Chaves, desembargador federal aposentado do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais; Guilherme Freitas, advogado e chefe do setor jurídico da construtora MRV, entre outros.
Congresso Internacional de Direito e Inteligência Artificial é realizado pela primeira vez no país
Um dos organizadores é o Doutor em Direito, Prof. Edgar Jacobs, coordenador da pós-graduação em Direito e IA da SKEMA Business School Brasil. “Hoje existem demandas diferentes, ligadas à tecnologia e internet, mas, é preciso ir além e saber usar as novas ferramentas de Inteligência Artificial que já estão disponíveis. E, por outro lado, é preciso entender como essas tecnologias impactam atividades do Judiciário e negócios, temas que nossos convidados internacionais do Congresso dominam”, revela Edgar.

O Congresso vai ser totalmente online e aberto para os interessados da área, estudantes e profissionais. Será oferecida a possibilidade de publicação de pesquisas de graduação e de pós-graduação, em formato de Resumo Expandido, em 4 Grupos de Trabalho:
GT 1 – OS DIREITOS HUMANOS NA ERA TECNOLÓGICA

GT 2 – INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E TECNOLOGIAS APLICADAS AO DIREITO

GT 3 – GOVERNANÇA SUSTENTÁVEL

GT 4 – FORMAS TECNOLÓGICAS DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS
As submissões dos trabalhos devem ser feitas no site do Conpedi, onde podem ser encontradas as informações, o edital e as inscrições para a apresentação. O valor das inscrições é de R$ 90 reais a inteira e R$ 45 reais a meia para estudantes.
SERVIÇO:

Congresso Internacional de Direito e Inteligência Artificial – Online

Data: 02 e 03 de julho de 2020.

Horário: 9h30 às 12h // 14h às 18h // 19h às 21h.

Inscrições: site Sympla.

Participe das comunidades tecflow no Telegram, FacebookLinkedInInstagram Twitter 

https://www.tecflow.com.br/feed

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.